Vôlei feminino perde na estreia da Liga das Nações

Quinta-feira, 17 Mai, 2018

A seleção feminina recebeu a Alemanha no ginásio José Corrêa, em Barueri (SP), e até largou bem, mas viu as adversárias virarem e vencerem até com certa tranquilidade por 3 sets a 1 - com parciais de 15/25, 25/22, 25/18 e 25/20, em 1 hora e 58 minutos de partida. Brasileiras e alemãs estão no mesmo grupo da Sérvia e do Japão nesta primeira semana da competição.

Zé Roberto também aproveitou para destacar que as opções no elenco permitem a elaboração de diferentes estratégias, ressaltando ainda que não escolheu as jogadoras que iniciarão a partida contra a Alemanha, às 15h05 (horário de Brasília) desta terça-feira, que marca a estreia do Brasil no torneio.

A seleção brasileira feminina de vôlei estreou com resultado negativo na Liga das Nações. A TV Globo e o SporTV 2 transmitirão ao vivo. Sabemos que esse foi o primeiro jogo da temporada. Agora, com novo nome e formato, a competição terá 16 equipes na disputa pelo título. No final do quarto set, o técnico José Roberto Guimarães colocou Jaqueline em quadra, fazendo sua estreia como líbero. "Poderíamos ter atuado um pouco melhor e ido para cima da Alemanha". Quando a relação bloqueio-defesa não ajuda, a gente começa a sentir um pouco mais o jogo, foi o que aconteceu hoje”, disse o treinador do Brasil.

Para Zé Roberto, a Liga das Nações será um desafio para o Brasil não só na parte técnica, como também nos aspectos táticos. Ainda este ano, as comandadas de José Roberto Guimarães jogarão a Copa Pan-Americana, entre os dias 6 e 15 de julho, o Montreux Volley Masters, entre 4 e 9 de setembro, além da principal disputa: o Campeonato Mundial, de 29 de setembro a 20 de outubro.

Alemanha: Hanke, Fromm, Geerties, Lippmann, Scholzel e Grunding.