Maior operação contra pedofilia cumpre 500 mandados em todo o País

Quinta-feira, 17 Mai, 2018

Como a operação ainda está em andamento, a Polícia Civil de Santa Catarina não repassou mais detalhes.

A Polícia Civil de Goiás desencadeou, na manhã desta quinta-feira (17), uma operação que tem por objetivo desarticular uma rede de pedófilos. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante.

São cerca de 2.600 policias nas ruas cumprindo mais de 500 mandados de busca e apreensão de "arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes", de acordo com a pasta. A investigação, iniciada por uma força-tarefa do Ministério da Segurança Pública já dura quatro meses, período no qual a Polícia Civil instaurou os inquéritos e Judiciário expediu os mandados por meio da Central de Inquéritos de Teresina.

Em Maceió, até o momento algumas pessoas foram presas e outros mandados estão sendo cumpridos em outros pontos da cidade.

Os suspeitos alvos de mandado foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretara Nacional de Segurança, "com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva". Durante a apreensão desses materiais nos 24 estados e DF, foram identificadas e presas 112 pessoas que utilizavam esses equipamentos para produzir, guardar ou compartilhar conteúdos de pedofilia na internet.

A delegada Sabrina Leles, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos, vai fazer um balanço da Operação Luz na Infância 2 às 10h30, na Dercc (Rua RF9, esq com RF13, Residencial Felicidade).

Os trabalhos em Alagoas estão sendo coordenados pela Delegada Adriana Gusmão, da Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente.