Chapecoense elimina Atlético-MG e Cruzeiro sai na frente — COPA DO BRASIL

Quinta-feira, 17 Mai, 2018

Foi um jogo nervoso, que ainda teve a expulsão de Fábio Santos nos minutos finais. No Brasileirão, os catarinenses enfrentam o Internacional, no Beira-Rio, na segunda-feira (21). No caso de empate com gols ou sem, a decisão será por pênaltis, já que, na atual edição da Copa do Brasil, gol marcado fora de casa não é mais critério de desempate. As jogadas do Atlético se baseavam principalmente pela ponta esquerda, com a individualidade de Roger Guedes, que buscava Ricardo Oliveira dentro do da área.

O duelo é válido pelas oitavas de final da competição, fase essa que é a mais ingrata no histórico atleticano no torneio.

O equilíbrio marcou o embate entre Chapecoense e Atlético-MG. Já o adversário da próxima fase será definido por sorteio, sem data ainda para acontecer. O Atlético-MG se despede de mais um torneio mata-mata. Com o estadual encerrado, a equipe abriu mão de jogar a Copa Sul-Americana e foi eliminado para o San Lorenzo na semana passada, priorizando os torneios nacionais.

A equipe mineira foi quem saiu batendo, entretanto, Ricardo Oliveira parou em Jandrei e na trave. A Chapecoense tinha o veterano Wellington Paulista como principal referência.

Bruno Pacheco foi o primeiro a chegar com perigo em cobrança de falta fechada.

A Chapecoense responderia pouco depois. Canteros chutou fechado, e a bola deu no travessão. Nos 15 minutos finais, o jogo ficou aberto, mas as equipes abusavam também dos passes errados. O Atlético-MG assustou aos 39, em mais um chute de fora da área. Desta vez, Cazares chutou rasteiro para tranquila defesa de Jandrei. Nos acréscimos, Apodi errou o alvo. Depois de um empate sem gols na Arena Condá - mesmo resultado do jogo de ida em Belo Horizonte -, a equipe venceu o Atlético-MG nos pênaltis por 4 a 3, nesta quarta-feira, e seguiu adiante. Bruno Pacheco cobrou falta, e Victor mandou para escanteio. Roger Guedes chutou por cima do gol.