Achando que era um cão, família cria urso por dois anos

Quinta-feira, 17 Mai, 2018

(Foto: reprodução/ TV CGTN) Andando em quatro patas e com a aparência de um cachorro, um urso chinês em extinção estava vivendo com uma família chinesa sem levantar muitas suspeitas.

O caso ocorreu na cidade de Kunming, na província de Yunnan. Para a dona, Su Yun, a única estranheza era o fato do bicho comer um caixa de frutas e dois baldes de macarrão diariamente.

Segundo informações da agência CCTV, publicadas pelo portal G1, a família, de sobrenome Su, relatou o incidente à polícia florestal local, depois que o "cãozinho" virou um urso com mais de um metro de altura e 200 quilos! "Para ser sincero, agora nos sentimos muito ligados a ele", disse uma integrante da família em entrevista.

A ligação foi tanta que a família relutou em entregá-lo.

O pai dela disse que tentou enviar o animal para um zoológico local, mas sem a certidão de nascimento, ele não foi aceito.

De acordo com as autoridades, a família é suspeita de criar o animal ilegalmente, mas ela não foi punida porque está cooperando com os investigadores.

A polícia florestal decidiu enviá-lo para um centro local de resgate e proteção de animais silvestres.

O urso-negro-asiático-selvagem foi listado como uma espécie de animal protegido na China devido ao comércio ilegal de partes de seu corpo, que tem reduzido drasticamente sua população.