Tríplex atribuído a Lula é arrematado por empresário de Brasília

Quarta-feira, 16 Mai, 2018

Mas o negócio não saiu "barato".

Além dos R$ 2,2 milhões, o comprador terá que desembolsar R$ 110 mil, de comissão.

"É um imóvel que tem uma posição privilegiada, de frente ao mar, achei que era um bom investimento", diz.

O imóvel, antes da determinação da Justiça para ser colocado em leilão, foi invadido pelo Movimento dos Trabalhadores sem Teto, em 16 de abril de 2018, quando o coordenador do MTST e pré-candidato à Presidência da República pelo PSol, Guilherme Boulos, anunciou a invasão em suas contas no Twitter e no Facebook, dizendo: "Se é do Lula, o povo poderá ficar".

Caso tríplexNa ação apresentada pelo Ministério Público Federal, Lula foi acusado de receber R$ 3,7 milhões de propina da empreiteira OAS em troca de contratos da empresa com a Petrobras. O homem também aparece como sócio de mais de uma dezena de empresas, incluindo a FCG Comércio Turismo e Serviços e relevou que atua com a iniciativa privada e também com o Poder Público.

A identidade da pessoa, que pelo cadastro é de Piracicaba, no interior de São Paulo, não foi divulgada. O leiloeiro entrou em contato com ela, que disse que tinha entrado pela primeira vez no site e errou ao clicar no lance. No entanto, pouco antes do fim do leilão, ele retirou a oferta.

O preço de R$ 2,2 milhões foi definido pela Justiça com base no valor da propriedade e das reformas e melhorias que teriam sido feitas pela OAS no apartamento a pedido da família do ex-presidente Lula.

"Existe um elevador que integra os três andares, sendo que não foi possível verificar seu funcionamento visto que a luz da unidade não esta ligada".

Se o negócio for fechado, o comprador pagará 10,232 mil reais por cada um dos 215 metros quadrados de área privativa do imóvel, um valor salgado: na mesma praia, a de Astúrias, há oferta de imóveis semelhantes cerca de 30% mais em conta, por 7.200 reais o metro quadrado.

Uma vergonha completa. Além de NUNCA ter pertencido a Lula, o triplex é um lixo. Lula cumpre a pena na superintendência da PF (Polícia Federal), em Curitiba.

O ex-presidente foi condenado a 12 anos e um mês de prisão.