Invasor do palco da Eurovisão é um albanês emigrado no Reino Unido

Segunda-feira, 14 Mai, 2018

O momento foi captado pelas câmaras e tudo ficou resolvido em menos 20 segundos.

Depois da invasão de palco, nas casas de apostas online, o Reino Unido subiu para o 6º lugar - antes da atuação ocupada o 22º lugar da tabela. Durante os breves momentos em que teve o microfone nas mãos, o invasor terá dito "Medias nazis do Reino Unido, exigimos liberdade".

Na sala de imprensa, os euro fãs aplaudiram de imediato a cantora.

Homem de 30 anos tinha bilhete para assistir a espectáculo no Altice Arena.

A organização, em comunicado divulgado através do 'twitter', lamentou o sucedido e anunciou que o homem se encontra "sob custódia policial".

A identidade do intruja permaneceu desconhecida durante a noite e até agora ainda não há nenhuma confirmação oficial das autoridades portuguesas sobre quem é aquele homem e quais as suas motivações, afirmando apenas que se tratava de um "cidadão europeu" e que,"à partida, a intenção dele seria passar uma mensagem e [que] não tinha a intenção de magoar".

"À cantora britânica SuRie e à sua equipa foi oferecida a opção de cantar de novo mas decidiram não o fazer porque estavam extremamente orgulhosos da sua performance e decidiram que não existe qualquer razão para cantar de novo", conclui a publicação.

Para já, a PSP não avança com mais informações, tendo Hugo Palma acrescentado que as imagens serão visionadas para tentar isolar o som e perceber o teor das palavras proferidas.