Aguirre revela incômodo com falta de vitórias no São Paulo

Segunda-feira, 14 Mai, 2018

Com seis pontos ganhos, o São Paulo ocupa o décimo lugar do Brasileirão e tenta vencer após uma série de três empates consecutivos no torneio - Ceará (0x0), Fluminense (1×1) e Atlético-MG (2×2).

No Nacional passado, quando fez a diferença em casa, registrou 61,4%, com nove vitórias, oito empates e duas derrotas.

Entre novidades e jogadores sem condições de jogo, o técnico do São Paulo convocou 20 atletas para o duelo contra o Bahia, 15º colocado, com 4 pontos. Mas o Esquadrão só precisou de uma oportunidade: aos 11, Zé Rafael recebeu em velocidade pela esquerda, entrou na área e foi derrubado por Hudson. Com direito à paradinha, Edigar Junio cobrou e abriu o marcador para o Bahia, após Sidão quase defender. No caso do Bahia, com Edigar Junio, enquanto o São Paulo apostava em Tréllez.

Em busca do empate, o Tricolor partiu para cima e conseguiu empatar aos 30 minutos com Tréllez, que foi oportunista para aproveitar a linda assistência de Nene: 1 a 1!

O Jogo - Buscando ter a posse de bola, o São Paulo iniciou com Lucas Fernandes entre os titulares. Em um lançamento de Elton, Élber desviou de cabeça e Edigar Junior chegou chutando de primeira.

Durante a segunda etapa, o placar parecia decretado, até que Shaylon, aos 47, arriscou de fora da área e marcou um golaço para os paulistas. O lateral Éder Militão e o meia-atacante Everton retornam à equipe e ficam à disposição do técnico Diego Aguirre para o confronto válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado prático, porém, foi bem diferente. O colombiano, com a bola ainda no ar, bateu de primeira, sem chances para Douglas, anotando o seu terceiro gol com a camisa do São Paulo.

Quando o Bahia já comemorava a vitória, veio o gol salvador. Os gols do Esquadrão foram marcados por Edigar Junio, enquanto Santiago Tréllez e Shaylon trataram de anotar para o tricolor paulista.

Fecham a lista de Sidão os duelos decisivos da Florida Cup, torneio amistoso vencido pelo São Paulo no início de 2017, logo que o goleiro chegou ao clube vindo do Botafogo.

BAHIA - Douglas; João Pedro, Everson, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Vinicius (Régis), Zé Rafael e Élber (Mena); Edigar Junio (Kayke).