A NASA revela sua nova missão em Marte

Segunda-feira, 14 Mai, 2018

Há muito tempo a Agência Espacial Americana ( Nasa ) explora Marte pelo solo, com veículos que rodam pela superfície, enviando novos dados sobre o planeta.

A Nasa anunciou nessa sexta-feira (11) a intenção de enviar o primeiro helicóptero para Marte em 2020. A Nasa espera que uma aeronave como essa possa trazer outros pontos de vista - ainda desconhecidos - para que os cientistas observem e estudem Marte. Até lá, serão realizados cinco testes de voos para que a máquina, então, seja enviada ao planeta em fevereiro de 2021, na missão previamente anunciada, a "Mars 2020".

Viagens anteriores para Marte - nove missões com sucesso - analisaram somente a superfície, com registros de vulcões, rochas e montanhas.

Conhecido simplesmente como "O helicóptero marciano", o dispositivo pesa menos de quatro libras (1,8 kg), e sua seção principal do corpo, ou fuselagem, é aproximadamente do tamanho de uma bola de futebol.

"O recorde de altitude de um helicóptero voando aqui na Terra é de cerca de 40.000 pés (12.100 metros)", disse Mimi Aung, gerente de projeto da Mars Helicopter no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

O veículo, batizado de InSight (cujo nome, em inglês, junta as iniciais do projeto Investigação Sísmica, Geodésia e Transporte de Calor) será utilizado para analisar a estrutura da terra do Planeta Vermelho, obtendo registro em torno de sua geologia, ciência sobre a origem e história do local, após estudos de itens existentes no subsolo.

Engenheiros construíram as lâminas gémeas e contra-rotativas do helicóptero para "penetrar na fina atmosfera marciana" a quase 3.000 rpm - cerca de 10 vezes a taxa de um helicóptero na Terra.

No primeiro voo de teste, a agência pretende fazer o helicóptero subir uma altura de 10 pés [três metros] e pairar por 30 segundos.