Ministro libera para julgamento primeira ação de político da Lava Jato

Пятница, 27 Апр, 2018

Edson Fachin marcou para 15 de maio o julgamento no STF da ação penal contra o deputado Nelson Meurer, réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Lava Jato. Depois de Meurer, Celso de Mello deve liberar para julgamento a ação penal de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo. Até o momento, nenhum processo criminal da Lava Jato foi levado a julgamento. O caso será julgado pela 2ª Turma do Supremo. A data da sessão ainda não foi definida.

A acusação partiu da delação premiada de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, e tido como o homem do PP na petroleira estatal.

O advogado de Meurer, Michel Saliba Oliveira, disse que seu cliente é inocente, conforme já manifestou no processo.

A ação é sobre a denúncia de que o deputado Nelson Meurer (PP-PR) recebeu R$ 357 milhões oriundos de contratos superfaturados da Petrobras.