Deserto do Saara, na região da Argélia, registra neve

Вторник, 09 Янв, 2018

A neve no Saara é "incomum, mas não é inédita", disse uma porta-voz do Met Office, serviço nacional de meteorologia do Reino Unido, ao The Independent.

Fotografias tiradas no último domingo (7) na Argélia registraram um fenômeno raro: neve no deserto do Saara, o mais quente do mundo. Outras imagens mostram trechos do deserto tomados pela cobertura branca.

O frio extremo neste início de ano também causou o congelamento das Cataratas do Niagara, no Canadá.

Antes disso, só há 39 anos - a 18 de fevereiro de 1979 - testemunharam os habitantes de Ain Sefra uma queda de neve, que durou apenas meia hora.

Mas foi o tempo suficiente para crianças brincarem de trenó nas dunas e fazendo bonecos de neve.

Conforme revelou o fotógrafo Karim Bouchetata, que registrou várias imagens extraordinárias [VIDEO] da ocorrência, os argelinos ficaram bastante "surpresos" quando a queda dos flocos gelados se iniciou. Regista-se uma temperatura de 1ºC e as pessoas puderam tocar na neve em vez de areia e até deslizar por ela, conta a agência Reuters. Ao fim do dia, o termômetro marcou 5 graus Celsius, o que levou ao desmanche da paisagem branca.